Eu já sabia

Eu já sabia que tinha acabado ali. Dentro de mim, algo sabia que aquilo era o fim. Eu tentei acreditar que não, tentei mudar minha cabeça e me virar do avesso para ser o que sempre fomos. Eu senti sua falta, claro que senti. Senti nos menores detalhes e você me fez te querer por perto inúmeras vezes. Me segurei milhares de vezes para não te mandar mensagem dizendo o quanto te odeio por você ter ido embora, mas o que eu mais queria dizer era o quanto eu te amava por ter me feito sorrir pelo menos algumas vezes, por ser incrível comigo por muitas vezes, com você eu me sentia segura, esquecia dos problemas, esquecia do mundo, era eu e você ali, e nada mais importava naqueles momentos. Eu te amei demais. Eu não podia aceitar aquele fim tão bobo, não tinham explicações, nunca houveram. Você tinha um poder enorme sobre mim, você tinha o meu amor e confiança. Você escolheu partir e me dizer adeus, uma despedida que não coube em mim. Era tão intensa e verdadeira que tive que deixar você ir. Tive que te ver partir enquanto um pedaço de mim ficava vazio. Aquele pedaço vazio se espalhou e criou um grande desfalque vazio em mim, o qual você deveria estar ocupando. Mas tudo bem eu entendo, sempre entendi. Você mudou minha vida e serei eternamente grata por todos os momentos que você dividiu comigo. Obrigada e espero que, um dia, você lembre de mim, de nós e de como tudo foi tão intenso, pelo menos pareceu. É, acabou, mas ficaram lembranças. Aquelas que não se apagam nem depois da 10° dose de vodka quando estamos tão vazios de nós mesmos que tentamos esquecer o que já foi especial um dia. Te peço que não relembre ou sinta tanta saudade quanto eu, porque dói. Afinal tudo que te desejo é apenas o melhor, sua felicidade. E, talvez, eu não faça parte dela.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sinto muito

Saudade