Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2017

Casal, não somos

“Não somos um casal,
mas nos falamos como tal.
a gente briga, discute e no outro dia
como quem não fez nada
volta.
e depois de voltar
passa o dia
sem nem se olhar
como se nunca tivesse voltado
porque afinal nunca nem saímos do lugar
a gente parece um casal
mas nem nos falamos como tal
porque quando nos falamos
discutimos sobre quem é menos quem
embora saibamos que somos sempre nós
queremos ser menos do que somos
para tentar impressionar um ao outro
pois nós parecemos um casal,
mas não somos como tal
porque quando você vem você não quer ficar
e porque quando eu vou
volto pro meu lugar,
mas nós somos um casal
porque quando você não fala eu to lá
e quando fala eu também to
porque apesar de não sermos um casal
pensamos tanto que parece que somos.” — Marcos Filipe.

Em mim

“Nada em mim foi covarde, nem mesmo as desistências: desistir, ainda que não pareça, foi meu grande gesto de coragem.”
— Caio Fernando Abreu.

Não se acostume

“Não se acostume com o que não o faz feliz. Revolte-se quando jugar necessário. Alague seu coração de esperanças, mas não deixe que ele se afogue nelas. Se achar que precisa voltar, volte! Se perceber que precisa seguir, siga! Se estiver tudo errado, comece novamente. Se estiver tudo certo, continue. Se sentir saudades, mate-a. Se perder um amor, não se perca. Se o achar, segure-o.” — Fernando Pessoa.

A Máquina do Mundo

E como eu palmilhasse vagamente
uma estrada de Minas, pedregosa,
e no fecho da tarde um sino roucose misturasse ao som de meus sapatos
que era pausado e seco; e aves pairassem
no céu de chumbo, e suas formas pretaslentamente se fossem diluindo
na escuridão maior, vinda dos montes
e de meu próprio ser desenganado,a máquina do mundo se entreabriu
para quem de a romper já se esquivava
e só de o ter pensado se carpia.Abriu-se majestosa e circunspecta,
sem emitir um som que fosse impuro
nem um clarão maior que o tolerávelpelas pupilas gastas na inspeção
contínua e dolorosa do deserto,
e pela mente exausta de mentartoda uma realidade que transcende
a própria imagem sua debuxada
no rosto do mistério, nos abismos.Abriu-se em calma pura, e convidando
quantos sentidos e intuições restavam
a quem de os ter usado os já perderae nem desejaria recobrá-los,
se em vão e para sempre repetimos
os mesmos sem roteiro tristes périplos,convidando-os a todos, em coorte,
a se aplicarem sobre o pasto inédito

Não

“Não ame quem demonstra te querer demais nas primeiras conversas. Não se apaixone por quem te promete o mundo nas primeiras semanas. Você se impressiona demais, e no final acaba dizendo: No começo você era diferente, me apaixonei por outra pessoa. Uma pessoa que você mesmo criou, com as qualidades que nunca possuiu.” — Sean Wilhelm.  

Sentimentos

“Falar sobre sentimentos comigo é fácil. Difícil é me convencer que eles são verdadeiros.” — A mulher do caos.

Raro

“É raro encontrar alguém que vê além das nuvens, que se senta no meio do nada pra caçar estrelas e trocar ideias com a lua. Há pouco azul na cidade, ninguém dá mais bola para o firmamento, estão todos vivendo sem perceber os prédios se erguendo na volta e engolindo nossa capacidade de reparar nos detalhes.”— Gabito Nunes.

Mania

“E essa mania de lembrar de tudo feito um gravador…” — Clarice Falcão.

Precisamos

“A gente precisa de um tempo. Se dar um tempo. Se cuidar. Seu melhor amigo não vai cuidar de você. Nem sua mãe, pois você já é crescido. Nem seu amor. O ideal é você se pegar no colo e cantar uma música de ninar até adormecer. A gente merece esse carinho. Sempre. Porque no fundo é você e seu espelho.” — Clarissa Corrêa.

O amor não machuca

Uma pergunta que todo mundo faz, "Por que o amor é tão difícil?" O amor não é difícil, nunca vai ser ou talvez seja um dia, só que o difícil de verdade é as pessoas aprenderem a amar sem machucar. 
- Naomy Amaral

Sinto muito

Pois é, ele escolheu me bloquear... Não, eu não fiquei chateada e nem nada (pelo menos eu não senti nem um pouco de dor ainda), mas aaaaaaa... Por que tinha que ser tão difícil pra ele entender? Eu sei que eu também poderia ter facilitado, mas eu facilitei! Eu juro que tentei pelo menos, mas não deu muito certo né? A escolha dele foi tão drástica e do nada, mas eu não podia fazer nada eu sei como é ser machucado, dói, dói muito, mas nunca foi minha intenção fazer isso, eu juro! Mas não precisava ser assim também, tantos anos jogados fora não vou dizer que foi por nada, porque eu sei e entendo que não foi... Mas agora olha teu celular e me responde, acha que foi fácil pra mim escrever tudo aquilo e saber que eu ia partir teu coração de qualquer maneira? Doeu em mim também, foi uma escolha tão difícil. Mas enfim, olha pra nós agora, nem amizade existe mais, eu sinto muito... 
- Naomy Amaral

Porto - seguro, nunca tive

“Eu nunca tive um porto-seguro. Tipo, alguém pra quem eu pudesse ligar às três da manhã porque fiquei acordado na cama e cheguei a conclusão que estava tudo ferrado e eu sem noção do que fazer, alguém que fosse me socorrer sem nem perguntar o que aconteceu ou que me entendesse só de me olhar nos olhos. Queria um, eu acho.” — Vinícius Kretek.

Não entendem

“Eu não quero namorar. É sério! Pelo menos não por agora. Mas parece que é difícil para as pessoas aceitarem isso. Tanto aquelas que estão desesperadas a procura de um novo amor, quanto para as que já estão comprometidas e querem que eu entre para o time. Parece aquela velha história do cara que pula na água fria e fica gritando para os outros entrarem, sabe? “Vem que a água está uma delícia”, gritam eles. E eu respondo do lado de cá: “Valeu, amigão! Tô afim de piscina agora não… Me deixa aqui curtindo o sol que tô bem assim.” Mas sabe, eu até que as entendo. Como que alguém pode dizer que não quer uma coisa que todo mundo vive procurando? Pois é… Eu não quero. No momento não. Esse desespero por ter alguém me assusta. Acho apavorante. Tanto para a coitada da pessoa que deixa a sua felicidade a mercê de uma outra, quando era para ela mesma a carregar. Eu sei muito bem o quanto foi difícil chegar até aqui. É preciso tempo para as feridas cicatrizarem. Para finalmente entender o que sig…

Quantas vezes

Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que, não sei aonde, para resgatar alguma coisa que nem sei o que é e nem onde perdi.
— Clarice Lispector